terça-feira, 2 de agosto de 2011

Casas históricas

*A Loja Maçônica Rocha Negra Nº 1 foi fundada em 29 de junho de 1873, por ação de um grupo de 11 maçons, sob a liderança do Dr. Jônathas Abbot, que foi seu primeiro Venerável.

Grandes vultos do cenário brasileiro fizeram parte da Rocha Negra, entre eles o Marechal Deodoro da Fonseca, proclamador da República e primeiro Presidente do Brasil, que foi iniciado, nesta Fraternidade, em 20 de setembro de 1873.

A história da Rocha Negra está repleta de fatos históricos. Na revolução de 1893, quando a cidade foi abandonada pelas forças militares e autoridades civis, só permanecendo o Juiz de Direito, Dr. Tito Prates da Silva, a Maçonaria local, organizou piquetes de voluntários para garantir a ordem pública e defender a população de prováveis ataques de desertores e vândalos.

Em 28 de setembro de 1884, em Sessão Magna a Rocha Negra anunciou o fim da escravidão negra em todo o território gabrielense. Mais de 900 cartas de alforria foram expedidas, quatro anos antes da Lei Áurea, que aboliu a escravatura no Brasil. (Fonte: Livro "História de São Gabriel", do historiador Osorio Santana Figueiredo)

Loja Maçônica Rocha Negra Nº1.

*O prédio onde por muitos anos funcionou a antiga Coopex, na Praça Fernando Abbott, foi onde nasceu o Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca, no dia 12 de maio de 1855. Era filho do casal General Hermes Ernesto da Fonseca e Rita Rodrigues Barbosa.

Hermes da Fonseca assumiu a presidência do Brasil em 15 de novembro de 1910. Seu grande feito como governante foi dotar o país de de mais de 4.500 quilômetros de ferrovias. Também deu grande incentivo a cultura do trigo.

O prédio onde o Marechal nasceu, com o passar do tempo sofreu reformas que acabaram por descaracterizá-lo quase que por completo. Hoje, está desativado e clamando por uma restauração. (Fonte: Livro "História de São Gabriel", do historiador Osorio Santana Figueiredo)
O prédio onde nasceu o presidente Hermes da Fonseca, com sua planta original.



Prédio da Coopex, onde nasceu o presidente Hermes da Fonseca, após reforma. Hoje está desativado. (Fotos. Divulgação)


*O "Cine Theatro Harmonia", que pertencia a Empresa Charles Sturger, foi inaugurado em setembro de 1931. Era uma casa de espetáculos majestosa, que viveu momentos inesquecíveis. Com o passar dos anos a negligência se encarregou de transformar o prédio em ruinas.

Mas existe a esperança de que essa situação seja alterada. Um grupo de pessoas abnegadas busca recursos para restaurar o prédio, que no passado recebia com "glamour" a alta sociedade local.

Show no Harmonia, em seus dias de glórias. (Foto: Álbum da Rádio São Gabriel)



Cine Harmonia, hoje em ruínas.(Foto: Magro Borin)

Harmonia, quando o prédio ainda estava intacto (Foto: Divulgação)


*É um dos raros sobrados existentes no Rio Grande do Sul e e se constituia até pouco tempo, no mais antigo prédio particular da cidade. Isso deixou de ser, desde que o município o comprou.

Foi construido por Francisco José de Carvalho, em 1826. Em 13 de janeiro de 1846, nele esteve hospedado o Imperador Dom Pedro II. Em meados de 1979, foi ompletamente reformado, sendo hoje sede de repartições públicas municipais, entre elas a Biblioteca. (Fonte: Livro "História de São Gabriel", do historiador Osorio Santana Figueiredo)

Sobradão da Praça, onde Dom Pedro II ficou hospedado.

*O chefe da Força Expedicionária Brasileira (FEB), na 2ª Guerra Mundial, Marechal João Baptista Mascarenhas de Moraes nasceu em São Gabriel, no dia 13 de novembro de 1883, no prédio de número 475, na rua que leva o nome do grande militar. O prédio foi reformado e descaracterizado de sua planta original.

Mascarenhas de Moraes era filho do casal Lafaiete Apolinário de Moraes e Manoela Mascarenhas de Moraes.Faleceu no Rio de janeiro, no dia 17 de setembro de 1968. (Fonte: Livro "História de São Gabriel", do historiador Osorio Santana Figueiredo)

Casa onde nasceu Mascarenhas de Moraes. (Foto: Magro Borin)

*A bela casa que existe na Praça Fernando Abbott, teve um momento histórico, pois na sua escada da frente, o ex-presidente Getúlio Vargas fez vibrante discurso, em fins dos anos 40, quando de campanha eleitoral.




Casa onde Getúlio Vargas discursou.

*Outros prédios merecem destaque como históricos que são. Os quartéis do 9º RCB, 6º BE Cmb. e 13ª Companhia de Comunicações são alguns deles. Mas já foram lembrados no blog, em postagens anteriores.

7 comentários:

  1. Não sei se entendi, mas segundo o livro de seu Osório a casa em Getulio Vargas discursou é essa mesma da foto e ainda existe.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Vanessa, é essa a casa mesmo e ela existe.

    ResponderExcluir
  3. eu sou natural de sao gabriel, e moro na irlanda do norte, mas eu conheco essa casa, sim ela ainda esta em pe na cidade...

    ResponderExcluir
  4. Saudades de minha terra natal, dos meus tempos de estudante no XV, de soldado no 3º , dos bailes no Tenis, Caixeral dos amigos que aí ficaram.

    ResponderExcluir
  5. Meu pai, Manoel Militino da Silva, era natural.de São Gabriel e foi expedicionário na Segunda Guerra Mundial.

    ResponderExcluir
  6. Elisa, gostaria que você me enviasse uma biografia de seu pai, que era de São Gabriel, para que eu colocasse no blog www.vivasaogabriel.blogspot.com acompanhada de uma foto dele.

    ResponderExcluir
  7. Parabens pelo belo trabalho sobre nossa querida cidade - luiz Figueira

    ResponderExcluir