terça-feira, 7 de maio de 2013

Cabanha Saudade

*A Cabanha Saudade, localizada as margens da BR 290, a 20 quilômetros de São Gabriel, hoje de propriedade de José Carlos de Assis Brasil Senna, começou suas atividades no distante ano de 1951, quando o senhor Miguel Nahra adquiriu os primeiros animais Devon PO.

Na ocasião foram importados reprodutores das melhores procedências da Inglaterra e dos Estados Unidos. Por ser a raça mais compatível com os campos da região da Fronteira Oeste do Estado do Rio Grande do Sul, optou-se pelo Devon.

A comercialização ocorria inicialmente, com venda direta de produtor a produtor. Posteriormente, em 1971, os reprodutores começaram a ser comercializados através de leilões. Ao todo, a Cabanha efetuou 35 leilões anuais, sendo os cinco primeiros realizados por Miguel Nahra e, os demais, por seu sucessor José Carlos Senna.

Hoje a cabanha realiza um atendimento personalizado aos seu clientes que são recebidos na sede da propriedade, assim como também leva seus animais em diversas exposições realizadas em diferentes regiões do Estado.

A Cabanha Saudade, ao longo de seus mais de 60 anos, buscou construir uma sólida base genética, caracterizando-se por seus reprodutores rústicos e capazes de imprimir em sua produção animais aprimorados, com grande capacidade de melhorar a produtividade e o padrão genético dos rebanhos.

Como resultado, a Cabanha comercializa reprodutores (filhos de pais de plantel) e sêmen destes animais diferenciados.

No dia 19 de março de 2012, o 9º Congresso Mundial do Devon teve como evento da sua programação oficial uma visita à Cabanha Saudade. Na ocasião, criadores da Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Nova Zelândia, Peru e Uruguai tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho de mais de seis décadas de seleção. (Fonte e fotos: http://www.cabanhasaudade.com.br)

Primeiro acampamento da Cabanha Saudade.

Construção do primeiro banheiro da Saudade.

José Carlos Senna (ainda menino), ao lado de um touro Devon.

José Carlos Senna (ainda menino) e Miguel Nahra.

José Carlos Senna (ainda menino) e a avó Jaci Senna Nahra.

Primeiro remate da Cabanha Saudade.

Leiloeiro Martim Roussel.

Miguel Nahra, recebendo premiação no Parque Menino Deus, em Porto Alegre.

Amanhecer na Cabanha Saudade. (Foto: Ademir A. Scheffler - Panorâmio)

Barragem da Cabanha Saudade. (Foto: Ademir A. Scheffler-Panorâmio)

Um comentário:

  1. Báaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhh, muito visitei os Remates da Cabanha Saudade, Nilo. Era criança e viciado em refrigerante. Nos remates isso era em abundância... rsrsrs Mas ficava impressionado com os assuntos dos empresários no conhecimento da pecuária riograndense. Abs. Delmar Machado

    ResponderExcluir